Causas da Fibromialgia

Ainda não existe uma causa definida para a Fibromialgia, mas há alguns fortes indícios de fatores que a desencadeiam. Os pesquisadores acreditam tratar-se de uma patologia relacionada a alterações no sistema nervoso central, no mecanismo de supressão da dor. Além disso, outras alterações estão sendo descobertas em pesquisas mais recentes.

ALTERAÇÕES NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

studos apontam atividades alteradas no sistema nervoso central em portadores de Fibromialgia, como:

- Atividade maior do que o normal do tálamo, que é o centro onde são organizados os estímulos que chegam ao cérebro. Seria como se o cérebro das pessoas com Fibromialgia interpretasse de forma exagerada os estímulos, ativando todo o sistema nervoso para fazer a pessoa sentir mais dor.
- Desequilíbrio na produção de neurotransmissores (substância químicas cerebrais), como a endorfina que promove o relaxamento, a sensação de prazer, bem-estar, melhora da memória, bom humor, disposição física e mental e a serotonina, que proporciona a sensação de bem-estar, age na regulação da dor, do humor, da ansiedade e da temperatura corporal.



PREDISPOSIÇÃO GENÉTICA

As evidências também sugerem a existência de uma predisposição genética para a Fibromialgia. Alguns estudos apontam que a predisposição genética se manifesta quando a pessoa alcança uma idade crítica ou quando é submetida a um estímulo externo como trauma ou doença. Frequentemente observa-se o aparecimento da Fibromialgia após eventos significativos na vida de uma pessoa, como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção grave.

Se você deseja saber mais sobre as causas da Fibromialgia ou esclarecer dúvidas, envie um e-mail para contato@fibroclinica.com.br Teremos o maior prazer em respondê-lo.